Shit and Blood: Confira o novo disco da Pata

Atualizado: 27 de Jun de 2019

O power trio Pata finalmente lançou neste 13 de junho o "Shit and Blood", seu primeiro disco cheio, com exclusividade para o NadaPop e resenha animada de Maurício Martins.

Capa de "Shit and Blood" - Arte por Lorena Bonna

A realização da produção do álbum foi viabilizada através do "Patolão", campanha de financiamento coletivo que o trio realizou entre o final de 2018 e início de 2019 que teve o sucesso de mais de 170 apoios. Expressando um pouco do quanto a banda evoluiu desde seu primeiro EP "Wild and Cabeluda", lançado em 2017, "Shit and Blood" inaugura uma nova fase para a atual formação da Pata: Lúcia Vulcano (guitarra e voz), Luís Friche (baixo) e Beatriz Moura (bateria) sem negar as origens de um rock sujo, com muito drive, ódio e amor.

"Shit and Blood" é a construção de um subjetivo feminino que foi concebido com merda e sangue. São 10 músicas que constroem a narrativa de uma persona que se tornou mulher - assim como disse Simone de Beauvoir - e está imersa nesse mundo com suas estruturas sufocantes e deterministas.


Lucia Vulcano (guitarrista, vocalista e letrista) desafia os padrões do que é ser mulher no mundo contemporâneo, na visão de uma pessoa que não se encontra tão facilmente no engessado conceito do sujeito feminino. E de mãos dadas à essa desconstrução do que significa ser mulher no dias atuais, a banda traz riffs, linhas de baixo e bateria que nos remetem ao deboche e raiva presentes nas composições das bandas noventistas estadunidenses.


Ouça a "Shit and Blood" agora! Disponível em todas as plataformas de streaming musical.


Ficha técnica:

Produção, gravação e mixagem por Rafael Dutra em Estúdio Motor entre dezembro de 2018 e fevereiro de 2019.

Masterização por Ygor Rajão (Red Traxx Mastering).

Composição por Pata.

Letras e música por Lúcia Vulcano

Arranjos por Pata e Rafael Dutra

Coro de Monster: Deh Mussulini e Alice Del Picchia (arranjo: Pedro Esteves)

Coro de the witches: Alice Del Picchia, Bruna Vilela, Célia Regina e Deh Mussulini

Guitarras (todas as faixas exceto selvagem e cabeluda) e baixos (life doesn't get better e 26) adicionais: Rafael Dutra

Arte: Lorena Bonna

Lançado em junho de 2019 por Efusiva Records.

Contatos e links:

E-mail - patacabeluda@gmail.com

Facebook - facebook.com/patacabeluda

Instagram - instagram.com/patacabeluda/

Bandcamp - pata.bandcamp.com

Spotify - spoti.fi/2D6MANc

Newsletter - tinyletter.com/pata

Efusiva é um selo fonográfico feminista do Rio de Janeiro. Contato: efusiva.diy@gmail.com